WH
'Era como se nós nos encontrássemos mais uma vez. Com a noite mais mágica da minha vida. Era uma daquelas noites que você deseja fazer uma pausa e reviver sempre. O tempo não existe…’  Eu não tenho certeza, mas a vida nunca vai viver de acordo com esses momentos.  Quebrada mais de um ano, sem contato físico, o pior dos amigos, amantes que nunca deixou de amar. Com tantos sonhos e esperanças futuras, que eu não posso forçá-lo a ver o que eu vejo e sentir o que eu sinto. Cheguei a um acordo com isso. Cheguei a um acordo comigo mesma. Eu decidi deixá-lo ir há algum tempo. Eu pensei que seria a coisa mais difícil de fazer. Mas não. Tudo só me fez perceber o quão forte esses sentimentos eram. Há essa rede invisível que sempre nos conectará, apesar de nunca realmente estarmos juntos. Francamente eu estou esgotada e cansada dessa história, mas o verdadeiro amor nunca desaparece, apenas fica enterrado longe, às vezes, pela vida.
- “Margioni”

'Era como se nós nos encontrássemos mais uma vez. Com a noite mais mágica da minha vida. Era uma daquelas noites que você deseja fazer uma pausa e reviver sempre. O tempo não existe…’  Eu não tenho certeza, mas a vida nunca vai viver de acordo com esses momentos.  Quebrada mais de um ano, sem contato físico, o pior dos amigos, amantes que nunca deixou de amar. Com tantos sonhos e esperanças futuras, que eu não posso forçá-lo a ver o que eu vejo e sentir o que eu sinto. Cheguei a um acordo com isso. Cheguei a um acordo comigo mesma. Eu decidi deixá-lo ir há algum tempo. Eu pensei que seria a coisa mais difícil de fazer. Mas não. Tudo só me fez perceber o quão forte esses sentimentos eram. Há essa rede invisível que sempre nos conectará, apesar de nunca realmente estarmos juntos. Francamente eu estou esgotada e cansada dessa história, mas o verdadeiro amor nunca desaparece, apenas fica enterrado longe, às vezes, pela vida.

- “Margioni

"Sobre beber: eu não bebo para fugir da realidade. Na verdade, não tenho medo da vida, nem do que sou obrigado a suportar. Eu bebo para achar alguma graça em toda essa porcaria."
-  “Tony

Voltar à escrever é mais difícil do que eu esperava. Não se trata de não ter o que escrever, ou não saber mais escrever. Pelo contrário, há muito o que dizer, e sempre haverá. O problema é a forma…
Estivemos fora, por um bom tempo. E por mais que eu tente dizer “não mudei, eu sou o mesmo”, não posso negar que houve novos ares, que trouxeram novas perspectivas, e consequentemente novas coisas, e novas formas de se falar desse novo tudo. Tenho medo de assustá-los se vomitar tudo o que aconteceu de uma vez. Mais do que isso… Tenho medo de assustar à mim mesmo…
Houve sim novos ares, novos sorrisos, novas pessoas. No entanto, lá no fundo, eu sei: as dores são as mesmas… Vamos ver… Você também acha que mudou? Mas, ultimamente, sofreu por alguma coisa que lhe pareceu nostalgica,? As pessoas te magoaram como as do passado fizeram? Repetindo atitudes que te dá naúseas? Houve lágrimas por motivos antigos? Pessoas novas, com atitudes velhas? Lugares novos, com gostinho de passado? Eu sei bem o que é isso!
A verdade é que você pensa que mudando, vai mudar as dores também. Mas a dor é sempre a mesma. Porque a mudança, o novo, traz a esperança. O papel da dor é acabar com essa esperança. Então ela vem da mesma forma que veio em outros tempos, e destrói tudo o que você conseguiu de bom , só para você não ter esperança de recomeçar, não acreditar mais em nada.
Estarei aqui sempre a partir de agora! Devagar, vou contanto, chorando, falando, compartilhando tudo. Não é necessário pressa. Mas adianto desde já: esperança não me falta. Novamente houve dor. Contudo, a sede pelo novo é o que me move.

-Tony

#quote#texto#follow#write#past#back
"Alguém que perca tempo pra me entender."
- "Margioni"
« Não façam mas isso U_U, chorei pensando que vcs tinham excluído o tumblr, entrei em desespero, o tumblr de vcs é mt importante pra mim, mesmo estando parado ainda entre aqui pra ler as coisas antigas... » — s-uportando

own, muito obrigado *O* não vamos excluir o tumblr… mudamos os nomes pq mudanças estão por vir *_* vamos voltar a postar regularmente…mas como passamos um grande tempo fora, mudamos bastante, crescemos tbm, apanhamos e batemos, enfim… N coisas aconteceram… por isso que mudamos o nome. mas não se preocupe, jamais excluiríamos aqui, é muito especial pra gente tbm - tony

« Tony Oi nossa fazia um tempão que não entrava no tumblr, e esses dias comecei mexer de novo e entrei aqui de novo, acho que você nem lembra de mim conversamos alguns anos atrás eu morava em Portugal. E ai tudo bem contigo? » — vazinhafornazier

claro que me lembro *O* você era a menina de Portugal, eu fiquei super curioso sobre onde vc morava =3 tudo bem sim, e com vc? já veio pro Brasil? 

« ah, Tony. Aqui é a espelho reverso, só que agora estou usando 'onde os anjos temem pisar'. Mil motivos u.u » — onde-os-anjos-temem-pisar-deact

hehe, oiii :D me lembro de tu .-. tudo bem querida? ~tony

"Mesmo sabendo que era perigoso demais, continuei. Não para demonstrar coragem. Mas porque era preciso.
Quando a vida te põe diante de uma provação, você se vê obrigado a prosseguir. Diante de tal desafio, eu sentia que se não o superasse agora, algo poderia dar errado na minha vida futuramente. O destino era esse: eu estava ali, diante daquilo. Aquele momento era para fazer parte da minha vida, e não havia como mudar isso.
Bem, na maioria das vezes, não questiono o que acontece comigo. Não há o “Ah meu Deus, porque está acontecendo comigo? Porque eu?” na minha vida. Penso que se acontece comigo, é porque é pra ser assim. E se é para ser assim, há algum propósito. Alguns dizem que sou frio, que aceito os fatos brandamente. Mas na verdade, não sou frio. Sou muito sensível. Mas também sou realista. Aceito as situações da minha vida, as vivo intensamente, sugo cada lição possível do que acontece comigo, e sim, tento mudar. Porque o tentar também faz parte. Mas não questiono.
Afinal, viver é isso: aprender, ser feliz, aprender de novo e ser feliz mais um pouquinho.”  - Tony

"Mesmo sabendo que era perigoso demais, continuei. Não para demonstrar coragem. Mas porque era preciso.

Quando a vida te põe diante de uma provação, você se vê obrigado a prosseguir. Diante de tal desafio, eu sentia que se não o superasse agora, algo poderia dar errado na minha vida futuramente. O destino era esse: eu estava ali, diante daquilo. Aquele momento era para fazer parte da minha vida, e não havia como mudar isso.

Bem, na maioria das vezes, não questiono o que acontece comigo. Não há o “Ah meu Deus, porque está acontecendo comigo? Porque eu?” na minha vida. Penso que se acontece comigo, é porque é pra ser assim. E se é para ser assim, há algum propósito. Alguns dizem que sou frio, que aceito os fatos brandamente. Mas na verdade, não sou frio. Sou muito sensível. Mas também sou realista. Aceito as situações da minha vida, as vivo intensamente, sugo cada lição possível do que acontece comigo, e sim, tento mudar. Porque o tentar também faz parte. Mas não questiono.

Afinal, viver é isso: aprender, ser feliz, aprender de novo e ser feliz mais um pouquinho.”  - Tony

#tony
"Aprendi que amores eternos podem acabar em uma noite, que grandes amigos podem se tornar grandes inimigos, que o amor sozinho não tem a força que imaginei. Que ouvir os outros é o melhor remédio e o pior veneno, que a gente nunca conhece uma pessoa de verdade, afinal, gastamos uma vida inteira para conhecer a nós mesmos. Que os poucos amigos que te apoiam na queda, são muito mais fortes do que os muitos que te empurram. Que o “nunca mais” nunca se cumpre, que o “para sempre” sempre acaba, que minha família com suas mil diferenças, está sempre aqui quando eu preciso. Que ainda não inventaram nada melhor do que colo de mãe desde que o mundo é mundo, que vou sempre me surpreender, seja com os outros ou comigo. Que vou cair e levantar milhões de vezes, e ainda não vou ter aprendido tudo."
- William Shakespeare (via splottchy)
#tony
"Sou tão simples, pode acreditar. Mas minha simplicidade é confusa. Minha confusão é complicada. Minha complicação é assustadora."
- Liberdade
"Se achou o “gostosão” e estragou tudo. Pegou geral e se achou “o cara” por isso. Meu querido, sinto muito em te revelar assim, tão publicamente, mas não há nada que você tenha no meio das pernas que eu não encontre melhor por aí. Aaah, o seu é da cabecinha vermelha? Encontro até da cabecinha azul se eu der umas voltas a mais… Uuh, o seu é maior? Sério? Tenho certeza que se eu for daqui à padaria comprar pão, encontro uns dez que te deixam no chinelo. Seu rosto até que era bonitinho, sabe… Mas o coração? Vish, era todo estragado. E, cá entre nós, eu até tentei consertá-lo. Mas não era problema de feridas nem nada do tipo. Simples: coração ruim, permanece ruim! E onde quer que você vá, as pessoas notarão isso, cedo ou tarde. Eu vou ali na padaria, comprar pão, procurar alguém melhor do que você no caminho… Mal abri o portão e já dei de cara com mil melhores do que você. Com um mundo melhor do que você. Porque você não é nada. E prefiro mil vezes ficar indo e vindo da padaria, do que ficar aqui, encarando sua cara lavada de falsidade, enquanto meu estômago se contorce lutando para não vomitar verdades nela. Qualquer lugar do mundo é melhor do que ao seu lado. Eu descobri isso com um sorriso no rosto. E quando você perceber essa triste verdade, já será tarde demais. Todos já terão partido. E você? Estará sozinho."
-  Tony
#tony
« Que lindo aqui !!!! Parabéns e obrigada por me seguir!!! » — meu-sonho-de-liberdade-deactiva

AAAWN, obrigado você pelo elogio <3

"Nos dias que se seguiram ao adeus dele, eu me senti paralisada. Era como se eu estivesse num mar de agulhas. Se você se mexe um tantinho de nada, você sente uma pontada. Em qualquer parte do corpo. E a ausência que ele me causava era assim. Atingia todas as partes do corpo. E eu ficava parada, por horas e horas, sem querer me mexer, sem querer pensar - apesar de estes, os pensamentos, serem inevitáveis - sem querer nada. Era como se tivessem arrancado uma parte de dentro de mim. Sem a qual eu não sabia se conseguiria sobreviver.
É muito estranho e ruim você “viver” assim. Sem saber quando vai passar. Dizem que passa. Mas quando?
Hoje faz exatamente dez meses que ele se foi. E ainda não passou… E eu tenho medo de que chegue um dia em que se faça dez anos e ainda não tenha passado. A dor que senti da primeira vez, continua imutável. Nada tapa o buraco que ele deixou aqui, dentro de mim. Eu ainda estou mergulhada no mar de agulhas. Meu estômago dói toda a vez que tento comer. Minha cabeça ainda teima em me fazer lembrar das memórias que tanto me assustam. Todas as noites tenho pesadelos. O tempo passou… Para tudo. Menos para a minha dor."
- Lembranças de uma dor (Desapego)
#tony